Quem somos

Somos uma produtora de teatro e audiovisual que se preocupa em desenvolver projetos artísticos que provoquem reflexão.

 

Nós – que formamos o Núcleo de Criação – trabalhamos juntas nos anos 70 em música e teatro. Nos anos seguintes fizemos trabalhos independentes e em 2002 decidimos nos reunir novamente criando assim, a Imagem Essencial / Cia. Encontro em Cena.

 

Nesses anos, criamos textos e roteiros, adaptamos clássicos, contamos histórias em montagens teatrais, documentários e curtas-metragens.

 

Sinta-se bem vindo em nosso espaço.

Nós

Alcione

Gosto de fazer arte. Gosto de ser produtora.

 

Assim, aprendi a dividir a minha vida entre as produções e os projetos artísticos pessoais, onde se destacam os documentários e o teatro.

 

Acredito no trabalho feito em parceria.

 

No início, e tudo tem um principio, fui atriz de teatro.

 

Em seguida passei dos palcos à direção geral, direção de ator e roteiros de teatro e musicais. 

 

Hoje também me realizo realizando documentários.

Ilíada

 

História e histórias: duas grandes paixões.

 

As histórias dos contos de fadas fizeram parte da minha tese de doutorado.

 

Hoje dou aulas de pós-graduação na USP na área de Comunicação, onde também conto muitos “causos”.

 

Já escrevi textos teatrais em dupla, em processo de criação coletiva e atualmente escrevo no Núcleo de Criação. Sempre de livre e espontânea vontade. 

 

Gosto, sobretudo, de produzir arte para os pequenos.

 

Também publiquei histórias para as crianças e me interesso tanto pela infância que já escrevi vários artigos para adultos sobre esta fase tão importante da vida.

Sílen

Desde que me entendo por gente - se é que isso realmente aconteceu - faço arte.

 

Desde arte na infância, que me custaram umas boas palmadas, até arte aceita, incentivada e, mais tarde, reconhecida e até premiada (AACT/Tatui - iluminação e APCA e Mambembe - melhor atriz).

 

Para mim Arte é realidade, a Vida, inverossímil.

 

Vivo então entre música, dança, teatro, performance, dramaturgia e o que vier... porque no fundo:

 

"qualquer maneira de arte vale a pena

qualquer maneira de arte valerá"

Abigail

 

No inicio era o caos...

 

Me apareceu a música!

 

Depois, com o teatro atuação, direção, composição...

 

Desdobraram-se em arte-educação.

 

Agora, a vontade de fazer cinema e animação.

 

Não sei o que seria de mim sem um piano, um canto, uma composição.

 

Sou apaixonada pela arte, pela infância e pelos jovens;

 

pelo teatro, dramaturgia e pela poesia.

 

Adoro grupos, conceitos e uma boa discussão!